24 de nov de 2010

Guerra verde

Uma divisão de fuzileiros navais do Exército dos EUA desembarcou no Afeganistão este mês e armou no deserto tendas com painéis solares para recarregar os equipamentos eletrônicos. Se forem bem nos testes, as barracas substituirão miniestações de energia movidas a querosene nos fronts, já que o governo americano quer que, até 2020, metade do petróleo gasto nas Forças Armadas seja substituído por fontes renováveis de energia.

Além disso, a Força Aérea deles está sendo adaptada para virar flex - em 2011 haverá aviões biocombustíveis; e o primeiro navio de guerra elétrico já está em operação. O motivo da repentina consciência ecológica é o bolso. Veja:
- R$ 0,45 é o custo do litro de gasolina para o Exército, nos EUA.
- R$ 180 é o preço para fazer 1 litro de gasolina chegar a um tanque no Afeganistão.







Alexandre Versignassi e Pedro Burgos - 24/11/2010 - Revista Superinteressante

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Nada de palavrões,insultos e qualquer outra coisa que você não falaria para sua mãe.